quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Raspberry PI + XBMC = Adeus TV a cabo


Salve nerdaiada !!!! [Você não está vendo errado, estou atualizando o blog hoje :) :) :)]

A algum tempo atrás resolvi que deveria fazer um media center em casa para eu tentar me livrar da incrivel qualidade da TV a cabo no Brasil, que consegue repetir o mesmo programa 3x no mesmo dia e 3x na mesma semana - dizem que é para ter flexibilidade de horario para os assinantes, mas eu chamo de sacanagem e falta de conteudo mesmo.

O primeiro "projeto" de media center em casa começou com eu utilizando o Windows Media Center para compartilhar meus videos/musicas com o meu XBOX 360. Até que funcionou bonitinho por um tempo, mas a maioria dos videos não eram nativamente compativeis com o media center + xbox, como MKV, MP4, FLAC, legendas e etc e eu tinha que perder um baita tempo convertendo o video com a legenda embutida no video.

Cansei de apanhar e resolvi ligar o PC diretamente na TV, pelo cabo HDMI, porque ai eu teria a certeza que não teria que converter nenhum arquivo para assistir os videos sentados no meu sofá com a minha senhora. usei por um tempão assim, mas tinha o incomodo de ficar com o laptop em cima do rack, ao lado da TV toda vez que ia assistir um filme, fora que tinha que desmontar toda a papagaiada quando acabava a seção cinema em casa, porque jamais que minha patroa permitiria um PC tempo integral no rack, deixando desorganizado os bibelôs dela kkkkk.

Mas ai, tive a felicidade de comprar uma TV nova no final de 2011 que tinha uma porta USB e que lia diversos tipos de arquivos diretamente pela interface. Não pensei duas vezes, comprei um HD externo e coloquei todos os meus videos nele. A felicidade foi suprema, "todos" os videos tocavam sem problema. Notaram as aspas né ? Pois bem, o inicio os videos funcionaram lindamente, mas depois de uma atualização da TV em Outubro de 2012 (Obrigado LG), videos MKV e legendas pararam de funcionar e tive que re-iniciar o processo de conversão dos videos como fazia lá em 2009/2010.

Calma que tá acabando...

Conversando com alguns amigos, tivemos varias ideias para fazer o media center. Comprar um Apple TV e colocar o XBMC, comprar uma placa Nano ITX e montar um servidor com XBMC, varias ideias desse tipo, sempre tendo como base o XBMC, mas caia sempre no problema de ter um PC ligado na tomada, ocupando espaço e gastando energia. Ai surgiu algo que não tinha pensado ainda (foi antes do hype que aconteceu na campus party BR 2013, que acabou com o estoque de RPI) :

RASPBERRY PI


Era perfeita a escolha. Funciona com linux, XBMC e o melhor, não gasta quase NADA de energia e espaço.

Comprei a placa e iniciei o setup do "brinquedo". Em duas horas, tinha montado um "media center" com um pouco mais de 150 reais (a placa la fora custa $35.00 aqui R$120.00 - Brasil né).
Pluguei meu HD externo na USB, um tecladinho USB sem fio para configurar e acessar os menus e sucesso, era só aprender como fazer as bibliotecas de video e audio no XBMC e ser feliz.


Mas com tudo, tinha que fuçar no cara, deixar com uma cara de "serviço profissional" e a primeira coisa foi comprar uma caixa de acrilico para ele e porque não, nao comprar mais um RPI para colocar na TV do quarto e acessar o conteudo remotamente do HD USB compartilhado via NFS ?

O Resultado foi esse ai embaixo:


Notem que o da direita tem um adaptador WI-FI plugado na USB, mas isso eu deixarei para o proximo post, quando vou mostrar como configurar o RPI + XBMC desde o inicio.

Pronto, Media Center funcionando a 80% do esperado, mas ainda nao estava satisfeito com duas coisas.

1 - Espaço em disco acabando,o disco de 500GB estava com 10GB livre e teria que começar a apagar o conteudo para ver coisas novas. Algo que não era o proposito, já que é um Media Center.
2 - Queria ouvir minhas musicas enquanto estava trabalhando ou lavando a louça (vida de casado) e não conseguia, porque teria que deixar ligada a TV e nem sempre a esposa gosta de um rock paulera :)

Resolvi esses dois problemas com uma paulada só: Time Capsule 3TB



Com ele consegui ter uma melhor performance de rede sem fio (5Gz), liberei o processamento do RPI que estava na sala de entregar o conteudo para o que estava no quarto, aumentando inclusive a velocidade para o RPI conectado via WI-FI e também fazer um share via DLNA em minha rede, ou seja, qualquer dispositivo que tenho em casa que tenha acesso a esse protocolo, toca videos ou musicas que estão na minha biblioteca, inclusive quando estou na garagem ou no térreo do prédio fazendo um churrasco, como aconteceu a algumas semanas \o/

E de quebra, consigo utilizar o iphone como controle remoto do RPI e consigo utilizar o Transmission como client "de arquivos da locadora da internet" para baixar os conteúdos, acessivel de qualquer lugar de onde tenho acesso a internet.


E acaba por aqui esse post. O próximo será o passo-a-passo da configuração correta do XBMC e tunning do RPI para que ele funcione redondinho.

Á... e vou cancelar minha TV a cabo ...

Links relacionados:

Raspberry PI - http://www.raspberrypi.org
Transmission - http://www.transmissionbt.com/
OpenElec - http://openelec.tv/
Farnell Brasil - http://www.farnellnewark.com.br


8 comentários:

Cereal disse...

Animal manow! Estou começando neste mundo do RPI e já estou curtindo. Aguardo ansioso pelos posts de configuração do XBMC! hahahaha! Enquanto isso quebro minha cabeça montando uma central de emulação de games. Parabéns pelo post Julio!

Fernando Pedro disse...

Depois que vi no twitter o que você tinha feito fiquei animado mas estou pra mudar e também trocar a tv. Então vou esperar essas duas coisas acontecerem e os outros posts seus pra decidir o que fazer :)

Mas ficou da hora

L. Fernando disse...

Eu estou querendo fazer um file server com o rasp só para rodar o torrent e transmitir por DLNA pro meu Google TV. Mas não sei se ele vai dar conta.
O HD no RPI está com qual sistema de arquivos?

Renato disse...

Esperando o tuning, o meu tá meio de lado por enquanto, sem tempo e acessórios pra deixar ele redondo.

Julio Cesar Mauro disse...

L. Fernando ,

Consegue transmitir sim. em casa consigo pegar o conteudo tanto pelo ipad, iphome, ps3 e pela tv por causa do dlna

Antonio Augusto disse...

pirataria é roubo. roubar de ricos não faz o roubo ser menos roubo.

Unknown disse...

Primeiro, achei muito bom seu post, fiquei animado pra fazer um media center usando o RPi.

Tenho uma dúvida: o RPi aceita um HD externo com formato NTFS?

Outra coisa, será que dá certo alimentar este HD por um cabo USB em Y? No caso, é um HD Samsung portátil M3.

Valeu, obrigado!

Pedacinho de chão disse...

Cara, excelente seu post! voce pode explicar como fez para o Airport rodar o DNLA?