segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Final de ano !!!!! Grande coisa

Mais um ano se finda...

Fazendo um balanço geral, posso dizer que esse ano foi razoavelmente bom. Consegui realizar algumas coisas que estava querendo a algum tempo, algumas contas acabaram, outras apareceram, tive aumento no trabalho (mais DE trabalho do que $$).

Outro dia estava pensando: "Poxa, que bom, final de ano, época de descanso, de férias, de calmaria, de ficar assistindo sessão da tarde, jogar bola na rua..." mas ai caiu a ficha.

"Perae, não tenho férias... não está calmo no trabalho, não posso ficar assistindo sessão da tarde, muito menos jogar bola na rua, afinal não estou mais na escola, sou adulto agora... Ô época boa !"

Pois é, não tenho a felicidade de poder tirar férias nessa época do ano [abrindo o colchete - Aliás, estou a quase 5 anos sem férias... to quase abendando (para quem nao sabe ABEND é como se chama um erro de programa ou JCL no ambiente Mainframe. ABEND significa "ABNORMAL END") - fechando o colchete], muito menos ficar Janeiro em casa de folga, eu fazia isso na época de colégio, e confesso que eu gostava de ficar sem fazer nada durante as férias, o meu tempo se resumia em dormir, jogar bola na rua, empinar pipa, jogar video-game, jogar taco e por ai vai... tudo o que uma criança dos anos 80/começo dos anos 90 fazia.

Infelizmente, ou felizmente - não decidi ainda - todos nós crescemos, criamos responsabilidades, casamos, temos contas para pagar (ultimamente até d+) e ficamos apenas na saudade da nossa infância, quando não víamos a hora de chegar final de ano para ficar sem fazer nada por quase 3 meses.

E natal então ? Juntava todo mundo em casa, meus saudosos avós, meu saudoso tio, meus pais e todo mundo que passava em casa para levar panetone, brinquedos, meias tudo aquilo que gostávamos de ganhar.

A comida era uma coisa a parte. Minha Nonna fazia zippola (algo parecido com bolinho de batata, só que em formato de anel), canole recheado com creme e chocolate, pizza... HUMMMM só coisa boa, por isso eu era fortinho quando era criança. Mas depois que meu Nonno faleceu na ante-véspera de natal, as coisas em casa nunca mais foram as mesmas. Chegava essa época e não tínhamos como comemorar o natal como fazíamos antes, não que passássemos a ceia do dia 24 para o dia 25 juntos, porque nunca tive isso - o negócio era o almoço do dia 25, sem essas frescuras americanas de peru, ceia a meia noite e outras coisas mais.

Hoje, para mim, dia 25 de Dezembro é um dia como outro qualquer, aonde compro presente para a patroa apenas para não passar em branco, porque nós não comemoramos Natal... porque a "tradição" nos ensinou que Natal se comemora o dia do nascimento de Jesus, mas para nós todos os dias Jesus nasce em nossos corações e não precisamos marcar uma data para lembrar que ele está vivo e presente em nossas vidas todos os segundos e todos os dias (mas isso fica para outro POST).

Já o ano novo, confesso que realmente eu fico ansioso esperando a virada, pois a 9 anos eu descobri qual é a verdadeira felicidade de se esperar o ano novo (e isso fica para outro post também).

Mas mesmo assim eu desejo a todos os que leêm essas "besteiras" que eu escrevo - Eri, Flávinha, Nane (que casou e não consegui ir no casório), Isabel, Bruno(s), Morróida, o pessoal da "Máfia" e todos os outros - um Feliz Natal e que 2009 seja um ano de vitórias, com muita paz, muito dinheiro e saúde para dar e vender.

PS: estou meio longe do mundo online porque tiraram meu 3G porque meu querido chefe está sem internet em casa e eu fico a ver navios no cliente, mas isso tá acabando... novidades em breve.


terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O Brasil por Luis Fernando Veríssimo

Que Brasileiro gosta de levar vantagem em tudo que faz, isso já é da sabedoria de todos, mas se aproveitar da desgraça alheia para tirar proveito é muita cara de pau.

Foi mostrado ontem na TV alguns voluntários e oficiais do Exército Brasileiro ROUBANDO doações feitas para o pessoal de Santa Catarina. Sutiens, tenis, camisetas, fraldas e por ai vai.... uma VERGONHA.

Teve uma VAGABUNDA (não encontrei outro adjetivo para a dita) que teve a cara de pau de falar: "Tem coisa boa. Vou levar este aqui para o meu guri". Fora os milicos, separando coisas para levar para casa também... encheram as mochilas de doações... uma verdadira palhaçada.

Veja o vídeo:





Vendo isso, lembrei de um pensamento que tem no novo livro do LFV - O Mundo é Barbáro e o que nós temos a ver com isso - que se encaixa muito bem nesse assunto:

"No filme O Exterminador do Futuro um Schwarzenegger é mandado ao passado para matar a mãe de um líder revolucionário que está incomodando o governo. Matar o inimigo pela raiz, assim por dizer. A lógica é inatacável: se não nascer no passado, o problema não existirá no futuro.

Muita gente já deve ter imaginado o que faria se tivesse o mesmo poder de voltar atrás para alterar um detalhe, refazer uma escolha, corrigir uma bobagem e mudar a sua vida.

Há quem diga que a primeira tarefa do hipotético exterminador deveria ser voltar 508 anos, se postar na praia e, à aproximação dos barcos de Cabral, começar a agitar os braços e gritar "NÃO!! NÃO !!"."

Links
Vídeo sobre a palhaçada acima - http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL924266-5598,00.html
Livro do LFV - http://tinyurl.com/6b2kwo

domingo, 7 de dezembro de 2008

6-3-3


1977 - 1986 - 1991 - 2006 - 2007 - 2008

HEXACAMPEÃO!

Consistente. Guerreiro. Fantástico. Esse foi o São Paulo que entrou em campo na tarde deste domingo para conseguir superar o Goiás por 1 a 0 no estádio do Bezerrão, Distrito Federal, e assim ser o time supremo no Brasil em número de títulos e em campeonatos consecutivos.

Após o empate com o Fluminense na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro a equipe de Muricy Ramalho entendeu como o jogo da sua vida o confronto que teria contra o time de Goiânia, já que um empate levaria a taça para o Morumbi. E foi com toda essa seriedade que o Tricolor entrou em campo, mostrando para o rival quem era o líder da competição.

Logo no começo do jogo ficou claro quem mandaria na partida. Com uma defesa que teve pouco trabalho, o meio-campo e o ataque não davam tempo para os zagueiros adversários respirarem e as investidas de Hugo, Jorge Wagner, Hernanes e Joilson foram o forte do Tricolor. Borges, fazendo a parede na entrada da área, foi decisivo para que a história fosse favorável ao São Paulo.

Em uma das vezes que recebeu a bola de costas para o gol o camisa 17 foi derrubado com falta. Rogério Ceni cobrou, o goleiro desviou, Hugo rebateu e Borges interceptou o caminho da bola, colocando-a para dentro das redes do goleiro Harlei e abrindo o placar para a equipe do Morumbi. Festa em Gama, 1 a 0 São Paulo.

O segundo tempo foi de supremacia do Tricolor, que não teve nenhum problema com a equipe esmeraldina. Algumas chances de gol apareceram, mas o dia era de Borges, que se consagrou artilheiro do time com 16 gols neste Brasileirão.

E, dessa forma, o São Paulo Futebol Clube se tornou o primeiro time do país a conseguir, de forma consecutiva, três títulos do Campeonato Brasileiro. Da mesma forma, o Tricolor é o único a ter seis taças do torneio nacional em seu memorial, feito único, exclusivo e unicamente tido pelo time do Morumbi.

Fonte: http://www.saopaulofc.net
Certificado do Hexa: http://www.saopaulofc.net/spfc/hx08/certificadoh.asp