sábado, 19 de abril de 2008

Quer trabalhar em casa? Fique atento aos erros



Eu estava conversando com um amigo e tocamos no assunto de Home Office e ele falou que é doido para trabalhar em casa, para se livrar do chefe na orelha dele o tempo todo, do povo ficar indo na mesa dele para encher o saco e essas coisas que acabam irritando nosso cotidiano. Eu tenho o privilégio de poder trabalhar em casa de vez enquanto e confesso que quando eu foco no trabalho, meu rendimento é muito superior ao que se eu estivesse na empresa. Não sei se isso se deve ao fato de eu estar a vontade em casa, de bermuda, pijama (sic), descalço ou se realmente prefiro trabalhar apenas Deus, eu e o meu laptop.

Procurando alguma coisa na internet, achei esse texto logo a baixo - muito interessante - que foi kibado - mas com as devidas fontes - por minha pessoa do www.administradores.com.br para o blog.

Mas posso deixar aqui alguns pontos bons e ruins de se trabalhar em casa.

Bons:

- Não pegar trânsito, conseqüentemente não gastar com estacionamento, gasolina, sem stress e variantes;
- Trabalhar do sofá, da cama, da mesa, do banheiro e afins com as roupas que bem entender (e porque não pelado ?? HEHEHE);
- Sem pessoas para te torrar a paciência toda hora na sua mesa;
- Poder ouvir MP3 sem fone de ouvido, deixar a TV ligada para te fazer "sala"

Ruins:

- Conta de energia elétrica aumenta consideravelmente
- Você come feito louco, afinal, seu armário e geladeira esta bem perto da suas mãos e boca
- Falar com as paredes
- Ter que lavar a louça, afinal não tem como fugir dessa depois do almoço.

Mas fiquem com o texto, vale a pena a lida.

Trabalhar em casa pode parecer um sonho
de conforto e conveniência, mas é preciso preparar seu ambiente
profissional para que sua produtividade não fique também de pijamas.

Trabalhar em casa pode parecer um sonho
de conforto e conveniência, mas é preciso preparar seu ambiente
profissional para que sua produtividade não fique também de pijamas.

De início, não transforme seu trabalho em casa em uma extensão de suas férias.
Para não perder o ritmo, tenha um ambiente exclusivo para suas
atividades profissionais, e vista-se também de acordo. Não que você vá
usar terno para despachar em seu home-office, mas passar o dia com
roupas de bolinhas tende a tornar outros aspectos da sua rotina
‘relaxados demais’.

Ao projetar seu home-office, faça com que ele se pareça realmente com
um escritório, mesmo porque eventualmente você poderá receber clientes
ou parceiros, e também para que sua família não invada seu território,
transformando-o em um quarto da bagunça.

A maior vantagem de se trabalhar em casa é a flexibilidade de horários, mas o risco desta flexibilidade confundir sua vida profissional e pessoal é bem grande.

Em casa, você será interrompido com demandas familiares, pois sua presença constante tende a ser confundida com ‘disponibilidade constante’.
Para evitar esse tipo de mal-entendido, crie um horário de trabalho e
deixe claro para sua família que tem uma agenda a cumprir.

Disciplina

Paradoxalmente, trabalhar em casa exige muito mais disciplina e concentração do que no ambiente natural de trabalho.
Em casa você estará sujeito a distrações de todo tipo (além das
familiares), como navegação errante na internet, pausas demoradas para
lanches, e até mesmo a tentação de deixar a televisão ligada no canto
do escritório. Faça de sua agenda sua maior aliada, programe suas atividades diariamente, no início da manhã, e empenhe-se em segui-las com toda a fidelidade que puder, até que se torne um hábito.

Embora a flexibilidade e liberdade total sejam tentadoras, traga a disciplina do ambiente laboral para seu home-office. Tenha
horários para refeições, evite fragmentar sua rotina e, ao menos que
seu relógio biológico seja igual ao das corujas, não estique seu
trabalho até a madrugada.

Boa parte do sucesso de se trabalhar em sua casa vem justamente da
separação entre trabalho e lazer. Deixar que sua vida profissional e
doméstica se confundam pode comprometer sua qualidade em ambos,
tornando-o um profissional de baixa produtividade e, ao mesmo tempo,
uma pessoa que não tem tempo para a família.

Post criado através do ScribeFire

3 comentários:

Flá disse...

"Ter que lavar a louça, afinal não tem como fugir dessa depois do almoço."

O.o
Ensina seu "cumpadri" que a louça não se lava sozinha quando se faz home-office????
beijinho

Júlio Mauro disse...

"RE: Flá"

UHAuHAUHAh

Pode deixar que eu tento ensinar, se ele resolver me tirar do invisible list do gtalk :D :D :D :D :D

Qualquer coisa, tira o cabo de rede do roteador, quero ver nao lavar :D :D :D

Bel disse...

Não pegar transito seria bem legal. Eu economizaria praticamente 4 horas (duas pra ir, duas pra voltar).

Poderia trabalhar 2 horas a mais por dia e ainda ficar com o lucro de "apenas" 2 horas economizadas,
(sem falar que os cabelos brancos demorariam mais pra surgir...hehehe)