segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Google se manifesta sobre a proposta da Microsoft para comprar o Yahoo !

O vice presidente do Google escreveu um post no blog oficial da empresa se manifestando sobre a proposta de compra do Yahoo!. Segue tradução feita pelo OVelho.

A abertura da Internet é o que fez o Google - e Yahoo! -- Possível. Uma boa idéia que os usuários acham útil se espalha rapidamente. Empresas podem ser criadas em torno da idéia. Os usuários se beneficiam de inovações constantes. É o que faz da Internet um lugar excitante.

Portanto, a oferta hostil da Microsoft pela Yahoo! levanta questões perturbadoras. Isto é mais do que uma mera operação financeira, de uma empresa assumindo o controle de outra. Isto diz respeito a preservar os princípios inerentes à Internet: abertura e inovação.

Poderia a Microsoft agora tentam exercer o mesmo tipo de influência na Internet inadequada e ilegal, da mesma forma que o fez com o PC? Enquanto a Internet recompensa a inovação competitiva, a Microsoft tem procurado com freqüência estabelecer monopólios proprietários - e, em seguida, alavancar sua posição dominante no novo mercado e mercados adjacentes.

Poderá a aquisição do Yahoo! Permitir a Microsoft - apesar do seu legado de graves ofensas legais e regulamentares - estender as práticas desleais em navegadores e sistemas operacionais para a Internet? Além disso, a Microsoft + Yahoo! equivale a uma esmagadora parte do mercado de mensagens instantâneas e Web-mail. E entre eles, as duas empresas operam os dois maiores portais na Internet, em tráfego. Poderia uma combinação das duas empresas se aproveitar injustamente de um monopólio em software para PC para limitar a capacidade dos consumidores ao livre acesso ao Web-mail e mensagens instantâneas dos concorrentes, e seus serviços baseado em web services? Políticos de todo o mundo têm de fazer estas perguntas - e os consumidores merecem respostas.

Esta oferta hostil foi anunciada na sexta-feira, por isso há muito tempo para que essas questões sejam abordadas cuidadosamente. Tomamos a abertura, a escolha e inovação da Internet a sério. Elas constituem o núcleo da nossa cultura. Estamos convencidos de que os interesses dos usuários da Internet vem - e devem vir - em primeiro lugar, como os méritos da presente proposta de aquisição são examinadas e as altermativas exploradas.

David Drummond
Senior Vice President
Corporate Development and Chief Legal Officer
Google

Um comentário:

Carioca disse...

Eu acho que o google tá chorando, pois se fossem eles a conseguir tamanho contrato, estariam rindo e enchendo o saco da M$. Mas como foi a M$....