sábado, 29 de setembro de 2007

Mais um capítulo da saga: Tire dinheiro do consumidor a qualquer custo - Speedy

Como informado por esse que vos fala anteriormente, a telefônica resolveu acatar a decisão judicial e não exigir mais provedor de acesso aos seus usuários.

Porém um novo comunicado da Telefônica informa a todos os usuários de Speedy que autenticarem utilizando 'internet@speedy.com.br' terão que pagar o valor de R$ 8,70, que nada mais é do que o valor que a Telefônica recebe dos provedores de acesso para cada usuário que utiliza Speedy em São Paulo.

Isso é uma tremenda palhaçada ! Já pagamos um absurdo de assinatura do serviço - que repito, cada dia que passa esta uma merda maior ainda -, aluguel do modem e agora, depois que conseguem uma coisa boa para o consumidor, resolvem cobrar R$ 8,70 por cada assinante que se autenticar usando esse usuário para que não tenham problema de receita no final do mês (!!!).

Essa piada é a melhor de todos os tempos, cobrar R$ 8,70 por uma linha de liberação no Radius do usuário internet@speedy.com.br. Há, já sei... eles devem estar cobrando o shaper para esse usuário, porque dinovo usei o usuário deles para teste e não consegui entrar em nenhum site hospedado no blogger e a taxa de transferência caiu pela metade depois de um tempo navegando.

Por isso que não vejo a hora de ter VIRTUA aqui na região !!!

O comunicado da Telefônica pode ser lido aqui

Dragon Ball - Ô falta do que fazer !



Flipbook Dragon Ball - video powered by Metacafe

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

O que é ter Experiência ?


Num processo de seleção da Volkswagen, os candidatos deveriam responder a seguinte pergunta:

Você tem experiência?

A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos...

Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar,
já me queimei brincando com vela. Eu já fiz bola de chiclete
e melequei todo o rosto, já conversei com o espelho, e até
já brinquei de ser bruxo.

Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e
trapezista. Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés
pra fora.Já passei trote por telefone. Já tomei banho de
chuva e acabei me viciando.

Já roubei beijo. Já confundi sentimentos. Peguei atalho
errado e continuo andando pelo desconhecido. Já raspei o
fundo da panela de arroz carreteiro,já me cortei fazendo a
barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.

Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas
são as mais difíceis de esquecer. Já subi escondido no
telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra
roubar fruta, já caí da escada de bunda.

Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já
chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra
sempre, e voltei no outro instante.

Já corri pra não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho
no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.Já vi
pôr-do-Sol cor-de-Rosa e alaranjado, já me joguei na piscina
sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes
os meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não
encontrei meu lugar.

Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri
de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém
especial.Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de
levantar.Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de
felicidade, já roubei rosas num enorme jardim.

Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era
um "para sempre" pela metade.Já deitei na grama de madrugada
e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver amigos partindo, mas
descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ire vir
sem razão.

Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas
lentes da emoção,guardados num baú, chamado coração. E agora
um formulário me interroga, me encosta na parede e grita:
"Qual sua experiência?".

Essa pergunta ecoa no meu cérebro:
experiência...experiência.

Será que ser "plantador de sorrisos" é uma boa experiência?
Não!Talvez eles não saibam ainda colher sonhos! Agora
gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou
esta pergunta:

"Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?

Recebido por emai

Speedy sem provedor - mas com sacanagem


Conforme postado aqui anteriormente , a telefônica está proibida de exigir provedor para acesso ao Speedy. Segue o comunicado recebido por email:

"COMUNICADO IMPORTANTE

A Telefônica comunica a você cliente Speedy que, de acordo com decisão judicial não definitiva, a partir de hoje (quarta-feira, 26 de Setembro de 2007) oferece a conexão à internet através do login 'internet@speedy.com.br' e da senha 'internet'. Você, que já possui um provedor, poderá conectar-se com o login e senha acima descritos. Entretanto, este acesso não inclui os serviços, tais como: email, conteúdos de acesso restrito, entre outros. Ainda, a decisão nã cancela os serviços de provedores de internet já contratados por voce, que poderá optar por continuar fazendo o login através do provedor que já contratou e mander os serviços que possui atualmente. Neste caso, você não precisa fazer nada - basta continuar utilizando o login e senha do seu provedor atual. Caso queira entender melhor estes serviçõs e/ou alterá-los entre em contato com o seu provedor. Mais informações podem ser obtidas em nossa Central de Relacionamento"

Fiz o teste para ver se realmente funciona o login, mas depois de 10 minutos navagando, a taxa de transferência caiu absurdamente.

Vou testar hoje durante o dia para ver se realmente ocorre isso, mas uma coisa é certa, não vou cancelar meu provedor, pois uso ele para autenticar nos aeroportos da vida.

Link oficial da noticia:
http://www.speedyvantagens.com.br/cadmus/em/comunicado/index.html


terça-feira, 4 de setembro de 2007

Pentágono confirma que sistema de emails foi invadido

O Pentágono afirmou nesta terça-feira que hackers conseguiram acessar um sistema de emails não-confidencial no escritório do secretário de Defesa, Robert Gates, mas não quis comentar uma reportagem de que o exército chinês foi o responsável pelo ato. A brecha na segurança ocorreu no final da primavera norte-americana, quando os monitores do Departamento da Defesa detectaram a invasão de "elementos de um sistema de email não-confidencial", que foi imediatamente desligado, disse o porta-voz do Pentágono, Bryan Whitman.

O sistema de email não retomou inteiramente suas operações por até três semanas. "Nunca houve qualquer ameaça a sistemas confidencias", disse Whitman. "Não houve interrupção das operações (de defesa) ou impacto adverso nas operações em andamento que o departamento estava realizando... todas as medidas de precaução foram tomadas e o sistema voltou a operar", afirmou.

Whitman falou após o jornal Financial Times, citando antigos e atuais autoridades dos EUA, afirmar que hackers do Exército de Libertação do Povo da China invadiram, em junho, a rede do departamento de Defesa dos EUA e removeram dados.

A China repudiu as alegações da reportagem. "O governo chinês se opõe constantemente e ataca vigorosamente de acordo com a lei todos os crimes via Internet, incluindo as invasões", disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Jiang Yu, em Pequim. "Algumas pessoas estão fazendo graves acusações contra a China... Elas estão totalmente sem fundamento e também refletem uma mentalidade da Guerra Fria."

Pequim dedica uma grande parte de seu crescente orçamento de Defesa para o desenvolvimento de tecnologia mais avançada, incluindo aptidões em computadores. Jiang disse, entretanto, que seu governo também é vítima de ataques via computador.

O presidente dos EUA, George W. Bush, deve se encontrar com o presidente chinês, Hu Jintao, em Sydney, enquanto os dois líderes participam do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico. Whitman, entretanto, não quis comentar as origens suspeitas dos hackers e outros detalhes do incidente. "Frequentemente é muito difícil localizar a origem verdadeira de uma invasão em particular", explicou.

Hackers tentam invadir o Pentágono centenas de vezes por dia, disse ele, acrescentando que os grandes incidentes são entregues a agentes policiais para investigação.

A reportagem foi publicada uma semana após a chanceler alemã, Angela Merkel, ter feito reclamações similares de que hackers chineses instalaram programas espiões em ministérios do país.

Fonte: Terra