segunda-feira, 30 de abril de 2007

quarta-feira, 25 de abril de 2007

Teste do projeto OLPC


Hoje tive a oportunidade de conhecer o OLPC pessoalmente.

O hardware eu vi na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, aonde trabalha um conhecido meu e pude ver o Laptop funcionando e posso dizer que é impressionante o quanto ele não pesa e o quanto é útil para o que ele foi designado a fazer.

Só que queria fuçar mais nesse carinha e recebi por email um artigo do dicas-l sobre como testar o OLPC no seu PC via emulação, através de uma ISO disponibilizada exatamente para esse fim.

Mas vamos lá para as primeiras impressões:

BOOT:

Logo de cara, nos é apresentado o menu do GRUB para escolhermos as opções "normal" ou "devboard".


Para os que não sabem, o OLPC roda em cima de uma versão modificada do Fedora Core e está muito bem modificada.


TELA DE LOGIN:

Após o boot é apresentado uma tela em que você coloca o seu nome (apenas no primeiro BOOT) e o sistema é carregado e está pronto para ser usado.

DESKTOP:

A área de trabalho é bem fácil de ser entendida e é muito simples. Os icones para iniciar os programas ficam na parte inferior da tela e na parte superior, mostra os icones de "organização" dos programas abertos. Muito legal.

PROGRAMAS:

Os programas instalados nele são: Editor de textos, um editor de imagens no estilo "PaintBrush", um leitor de RSS, Navegador (firefox personalizado), Chat (gaim personalizado) e 2 joguinhos , Tetris e um tal de Tam-Tam que não consegui iniciar porque a emulação travou meu PC.

CONSOLE:

Via emulação voce tem acesso ao console da maquina e nesse screenshot, podemos ver a versão do kernel 2.6.21


Realmente o projeto é muito interessante e se ninguem roubar os Laptops quando a molecadinha sair da escola, vai ser uma grande mudança no ensino no Brasil e no mundo.

Video de demonstração:


segunda-feira, 9 de abril de 2007

Softwarelivre.gov.br - Uma boa iniciativa


Não sou muito fã do governo Lula, mas devo admitir que no governo do "Squid", quem trabalha com tecnologia conseguiu algumas vitórias importantes no quesito software livre.

E um exemplo fantástico disso é o site Software Livre - www.softwarelivre.gov.br .
É um site onde todos podem colaborar com o governo em questão do SL(software livre), desde desenvolvimento de softwares a simples ajuda aos usuários que estão começando com SL agora.

No site você encontra diversos projetos, documentos e listas para você estar consultando/alterando/contribuindo, um projeto muito bom mesmo.

Eles tem como diretrizes os seguintes tópicos:

01) Priorizar soluções, programas e serviços baseados em software livre que promovam a otimização de recursos e investimentos em tecnologia da informação.
02) Priorizar a plataforma Web no desenvolvimento de sistemas e interfaces de usuários.
03) Adotar padrões abertos no desenvolvimento de tecnologia da informação e comunicação e o desenvolvimento multiplataforma de serviços e aplicativos.
04) Popularizar o uso do software livre.
05) Ampliar a malha de serviços prestados ao cidadão através de software livre.
06) Garantir ao cidadão o direito de acesso aos serviços públicos sem obrigá-lo a usar plataformas específicas.
07) Utilizar o software livre como base dos programas de inclusão digital.
08) Garantir a auditabilidade plena e a segurança dos sistemas, respeitando-se a legislação de sigilo e segurança.
09) Buscar a interoperabilidade com os sistemas legados
10) Restringir o crescimento do legado baseado em tecnologia proprietária.
11) Realizar a migração gradativa dos sistemas proprietários.
12) Priorizar a aquisição de hardware compatível às plataformas livres.
13) Garantir a livre distribuição dos sistemas em software livre de forma colaborativa e voluntária.
14) Fortalecer e compartilhar as ações existentes de software livre dentro e fora do governo.
15) Incentivar e fomentar o mercado nacional a adotar novos modelos de negócios em tecnologia da informação e comunicação baseados em software livre.
16) Promover as condições para a mudança da cultura organizacional para adoção do software livre.
17) Promover capacitação/formação de servidores públicos para utilização de software livre.
18) Formular uma política nacional para o software livre.

Mas claro que isso só vai dar realmente certo se o governo não ceder a pressão das empresas como a Microsoft e dos usuários, por não saber ainda mexer em pacotes como OpenOffice e etc.

Espero que apareca mais pessoas como o Sérgio Amadeu, que infelizmente saiu do governo por problemas com a não aceitação de SL por algumas pessoas do governo, pois só assim a coisa vai para frente !

Uma outra grande iniciativa referente a SL, é do Metrô de São Paulo, que a algum tempo implantou nas dependencias do Metrô o SL como opção aos pacotes pagos do Office para redução dos gastos anuais da empresa.

Você pode ficar sabendo mais sobre esse projeto, acessando o site do metrô ou acessando o endereço direto:

http://www.metro.sp.gov.br/diversos/download/tedownload.asp

Porque existe Segunda-Feira ??

Conheço vaaaaaaarios sysadmins que fazem isso com os seus chefes :)

domingo, 1 de abril de 2007

Uma eterna diversão


Desde que me conheço por gente, tenho video-game em casa. A lembrança mais remota que tenho é de um jogo de "forca" para o Odyssey², que voce tinha que completar as palavras que estavam na tela, utilizando o teclado embutido no próprio console.

Após isso, lembro de horas que passava na frente da televisão jogando River Raid, FrosBit e Enduro do Atari 2600.

Depois de alguns anos de nostalgia, sem nenhum video game em casa, meu pai trás para casa o lançamento da TecToy no Brasil: Master System. Era um sonho ter um video game em casa novamente, e junto com ele, meu pai trouxe 2 jogos: World Cup Italia '90 e Astro Warrior.

Em pouco tempo, tinhamos diversos jogos de Master, incluindo o classico dos classicos, Super Monaco GP, em que ficava meu pai e eu, durante boa parte do dia na frente da TV disputando cada "curva" :).

Os anos se passaram e vieram Super Nintendo (jogo até hoje), Playstation, N64, Dreamcast (uma decepção, marcando realmente o fim da Sega como empresa de consoles) e Playstation 2.

Depois de tantos anos com VG em casa, estou a quase 2 anos sem VG em casa, pois vida de casado nao é fácil não :), porém sempre que vou à casa de meus pais, jogo no do meu irmão.

E sexta-feira, entramos em um novo patamar... meu irmão comprou aquele que até o momento, está sendo para mim a melhor invenção que já inventaram na indústria de VG: Playstation 3 .

O console é simplesmente animal, tendo tudo o que um fanático por games pode ter. Um centro de entretenimento completo: MP3, DVD, Blue-ray, Wi-Fi, Internet e a grande possibilidade de se instalar Linux como sistema operacional secundário e o melhor, oficilamente suportado e incentivado pela Sony.

Até agora estou tentando digerir os gráficos do jogo Resistance: Fall of Man. É um gráfico que nem no meu PC, com 256 de memória de video eu tinha visto em qualquer jogo.

Quando pensei que estava vendo uma animação em CG, na verdade estava controlando o Sargento Nathan Hale pelo controle BlueTooth do PS3. Jogabilidade fantástica, respostas rápidas em todos os movientos e medo, muito medo em uma atmosfera totalmente sombria do jogo. Nota 10²

Uma experiência ímpar nessa nova era de games e espero que a cada ano que passe, tenhamos sempre essa válvula de escape para o stress do dia a dia, afinal, ninguem é de ferro e temos que fantasiar um pouco as vezes.

Aproveitem e vejam a pesquisa dos 10 jogos mais iportantes de todos os tempos na IDG Now:

10 jogos mais importantes de todos os tempos

Como diria Cid Moreira: "Doomiiingoooo... está" na hora do Garfield !!!

Clique aqui para ampliar

A minha também Garfield, a minha também...