quinta-feira, 22 de março de 2007

Aonde iremos parar ?


"... ligava o seu capacete de notícias ao circuito de informação da nave e examinava os ultimos comunicados da Terra. Um por um fazia aparecer como por encanto os relatórios eletronicos mais importantes do mundo. Sabia de cor o endereço dos mais importantes, não precisando consultar a lista que tinha na parte de trás da cadeira.

Fazia aparecer a pagina principal e examinava rapidamente os títulos anotando as informações que lhe interessava.As vezes, Floyd perguntava se o capacete e a fantástica tecnologia seria a ultima palavra em comunicação que o homem poderia inventar.

Mesmo afastando-se velozmente da Terra, a milhares de quilometros da Terra, bastavam apenas alguns milisegundos para que o jornal do dia aparecesse na sua tela...

Mais cedo ou mais tarde, pensava Floyd, essa tecnologia acabaria ser substituido por algo tão inacreditavel como o capacete de noticias teria sido para Caxton ou Gutenberg..."


Lendo essas fraser, voces podem pensar: "Isso isso é mais do que comum hoje em dia, a não ser pelas viagens de civis para a Lua."

Mas essas frases foram retirados do livro "2001 - Uma odisséia no espaço ", que assim como o filme, estou me tornando fã. Mas o mais incrivél disso tudo é que o livro e o filme foram escritos em 1968 por Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke e é mais incrivél ainda como o homem tem a capacidade de imaginar uma coisa e, mais a frente, no futuro, essa coisa se tormar realidade.

Lendo novamente essa parte do livro, nos levamos a pensar:

"Onde iremos parar com essa nossa tecnologia ?"

Sinceramente, não vejo muita mudança na forma de comunicação existente hoje para as próximas décadas. O século 20 foi o século onde a tecnologia mais se desenvolveu e agora esta, não diria em desaceleração mas sim, em um ritimo em que temos muitas novidades e que não estamos dando conta de tanta inovação ao mesmo tempo.

Mas tenho vontade de fazer igual o pessoal da ISS Enterprise faz em Star Trek, de me teleportar de um canto para o outro, sem pegar trânsito (quem sabe eu viva até lá).

Gostaria de poder ver e viver em uma época em que talvez tenhamos as tão desejadas viagens constantes ao espaço para, por exemplo, trabalhar, passear e etc, como se fizessemos uma ponte aérea Rio - São Paulo.

Em que patamar chegaremos, já que saimos de simples telas pretas com dados sendo inseridos via cartão perfurado e chegamos a computadores em nossas geladeiras, celulares, relógios e etc ?

Só espero que não ocorra como no filme do Kubrick, em que HAL 9000 achou por bem matar todos os integrantes da nave por se sentir ameaçado.

terça-feira, 20 de março de 2007

Você sabe que está ficando velho quando...


... lê um termo técnico ou, pior, uma unidade de medida e não tem a menor idéia do que seja aquilo. Aconteceu comigo: no meio de um artigo estava escrito: KiB. Da primeira vez, imaginei que fosse um erro de impressão ou grafia. Mas como aparecia várias vezes, descartei essa hipótese.

Vasculhando pela net, não foi difícil achar a resposta: KiB é Kibibyte. Parece estranho, mas está tudo devidamente formalizado pelo IEC. Basicamente, 1 KiB = 1024 bytes. Antigamente, 1 kB = 1024 bytes. Mas 1 kV, por exemplo, era ( e continua sendo ) 1000 V. Confuso?

Acontece que o prefixo "k" equivale a 10^3. Como os computadores usam a base 2, subentendia-se que, falando de bytes, "k" equivalia a 2^10 ( 1024 ). Infelizmente, metade da população mundial tem inteligência abaixo da média e muita gente usava "k" igual a 1000 para tudo.

Isso gerava uma certa insatisfação entre engenheiros, técnicos e analistas. Afinal, com o volume de informações crescendo exponencialmente, o erro devido à diferença entre as duas "interpretações" também cresce. E muito. Compare: de 2^10 ( 1 quilobyte, digo, Kibibyte ) para 10^3 ( 1 quilobyte ), a diferença é de apenas 24 bytes. Mas, de 2^30 ( 1 terabyte, digo, Tibibyte ) para 10^9 ( 1 terabyte ), o erro é de 73.741.824 bytes. Muita coisa.

Os leitores que me perdoem, mas vai ser difícil me acostumar a Kibi, Mibi e Gibibytes...

Retirado do MeioBit


domingo, 18 de março de 2007

quinta-feira, 15 de março de 2007

Cozinhando com o Sysadmin


Todo o Sysadmin acaba passando mais tempo no escritório do que é recomendado pela OMS.

Sempre perdemos almoço, jantar, etc. mas chega uma hora que E chega um uma hora da noite que não dá pra comprar nada e só então percebemos que não almoçamos (Muito menos jantou).

Curiosamente muitos SysAdms estão fora do peso. Comer porcarias fora de hora é um problema!

O ideal é não deixar-se envolver pelo trabalho dessa maneira. Mas realmente é difícil manter o emprego e todos os direitos humanos simultaneamente. Coisas como limite de 6 horas na frente do computador, pausas de 30 em 30 minutos para evitar Lesões por Esforço Repetitivo (L.E.R.) são, de certo modo, postergadas para quando os usuários se curarem da síndrome da máscara da ignorância (Depois falamos sobre essa sindrome também conhecida de doença do João-sem-braços).

E olha que nem vou entrar nem entrar no mérito das horas extras.

Foi por essas e outras, que alguns sysadmins desenvolveram a técnica de cozinhar na cafeteira do escritório. Acredite, água quente é tudo que você precisa para preparar a maior parte das coisas. Vamos ver hoje como fazer um macarrão instantâneo tipo miojo.

INGREDIENTES:

Você vai precisar de um miojo. Claro que o SysAdm é um cara prevenido e tem vários na gaveta.(Ou tem uma conta na loja de conveniência 24hs e geralmente é tratado como cliente preferencial lá) E tem também pacotes de TANG para preparar com a água gelada do bebedouro uma bebida para acompanhar.

MODO DE PREPARAR:

1 - Você deve lavar o funil e o bule de vídro retirando os restos de café. (Acredite, miojo sabor de café não faz o menor sucesso! ) Depois colocar o funil na cafeteira sem colocar um filtro de papél.

2 - Com o bule de vidro pega-se uma quantidade de água suficiente apenas para cobrir o miojo. (Cuidado para não encher o bule pois o miojo ocupa espaço e dois corpos.. bem vai transbordar tudo!). Coloca-se a água no compartimento de água da cafeteira e no bule coloca-se o miojo. Pode já espargir (espargir é conhecido também como jogar, colocar) sobre o macarrão o pacotinho de tempero.

3 - É só ligar a cafeteira que a água quente vai caindo no miojo e amolecendo o macarrão.

Depois que a água parar, espere ainda de um minuto e meio a dois minutos. A maioria das cafeteiras posuem uma chapa para mantar o bule de vidro aquecido e ela é mais que suficiente para que o miojo (que é pré-cozido) fique na temperatura certa.

Agora é só preparar um suco com o TANG e "bon appétit" !

quarta-feira, 14 de março de 2007

Linux para todos


Mais uma ótima iniciativa vinda de Pernambuco, que por sinal é um dos que mais incentivam o uso de Linux no país

Telecentro para cegos com Linux


Um projeto conduzido pela Associação Pernambucana de Cegos (Apec) estréia um telecentro especial em Recife.

O telecentro contará com 11 PCs com acesso à web e solução que transforma em mensagens de áudio os textos encontrados em web sites.

O sistema de TI que gerencia as 11 máquinas do telecentro foi implementado pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) e utiliza distribuição Linux e aplicativos de código aberto.

As soluções adotadas para tornar possível o acesso à web por deficientes visuais usam os aplicativos Linovox, Dosvox e Festival, todos de código-aberto.

O telecentro fica na sede da a Apec, no centro de Recife.


Fonte : http://info.abril.com.br/aberto/infonews/032007/13032007-7.shl


segunda-feira, 12 de março de 2007

Definindo prioridades


Não existe algo mais frustrante para alguém que trabalha com T.I do que você iniciar um projeto, estar totalmente empolgado com o que você esta fazendo e na hora H, pedem para você esquecer o que esta fazendo ou até mesmo, deixar um pouco de lado para se dedicar a algo totalmente "inútil" para o momento, apenas para satisfazer alguém que sentirá realizado com tal "inutilidade".

Geralmente as prioridades são defenidas em reuniões, mas o que fazer quando se entra em uma reunião em que as prioridades são definidas e é dito:

"A partir de hoje, é para fulando fazer A, Joãoiznho fazer B e não é para fazer mais nada além isso OK ?"

E depois de 30min a mesma pessoa que te falou isso fala:

"Fulano, para o que esta fazendo e vai ver o problema que esta acontecendo com o Ursinho BlauBlau e esquece o que esta fazendo até resolver isso que ele está pedindo"

E um caso clássico disso é um servidor de OpenLDAP que estavamos terminando, faltando apelas implantar nos servidores e já partindo para estudo em integração com servidor FreeRadius, mas pediram para parar tudo e ver chamados de outra área porque não estavam dando conta.

E o que mais dá raiva é que na reunião seguinte, existe uma cobrança daquele projeto que você deixou de fazer porque estava atendendo ao pedido do Ursinho.

E o pior é que as reuniões são iguais. Se discutem as mesmas coisas, falam das mesmas coisas e nunca resolve nada. E por quê ? Como um amigo meu diz:

"Reunião sem ATA e sem foco, não adianta de porcaria nenhuma. Não ten nada documentado, então nada é cumprido"

sexta-feira, 9 de março de 2007

Uma semana na vida de um administrador Windows: Sexta-Feira


8:00 am

Turno da noite continua tendo problemas para trocar a fonte de alimentação do servidor. Disse a eles que estava funcionando direito quando sai.

9:00 am

Jonas não está aqui ainda. Decidi que deveria começar a responder as chamadas eu mesmo.

9:02 am

Chamada de usuário. Diz que a base em Sergipe não consegue replicar. Eu e Luiz determinamos que é problema de fuso horário. Mandei eles ligarem para Telecomunicações.

9:30 am

Meu Deus! Outro usuário! Eles são como formigas, Dizem que estão em Manaus e não conseguem replicar com Sergipe. Falei que era fuso horário, mas com duas-horas de diferença. Sugeri que eles resetassem o time no servidor.

10:17 am

Usuário do Espírito Santo liga. Diz que não consegue mandar mail pra Manaus. Disse pra eles setarem o servidor para 3 horas adiantado.

11:00 am

E-mail da corporação diz para todos pararem de resetar o time dos servidores. Troquei o "date stamp" e reenviei para o Acre.

11:20 am

Terminei a macro @FazerCafe. Recoloquei o telefone no gancho.

11:23 am

O Acre liga, perguntando que dia é hoje.

11:25 am

Gerente de suporte passa pra dizer que o Jonas pediu pra sair. "Tão dificil achar boa ajuda...", respondi. O gerente disse que ele tem um horário com o ortopedista essa tarde e pergunta se eu me importo em substitui-lo na reunião semanal dos administradores. "No problems", eu respondo.

11:30 am

Chamo Luis e digo que a oportunidade bate à sua porta e ele é convidado para um encontro essa tarde. "Claro, você pode trazer seu jogo de dominó", digo a ele.

12:00 am

almoço

13:00 pm

Começo backups completos no servidor Linux. Redireciono o device para NULL para o backup ser mais rápido.

13:03 pm

Backup semanal completo. Cara, como eu gosto da tecnologia moderna!

14:30 pm

Olho o banco de dados de contatos de suporte. Cancelo o compromisso de 2:45pm. Ele deve ficar em casa descansando.

14:39 pm

Outro usuario ligando. Diz que quer aprender a criar um documento de conexão. Digo a ele para rodar o utilitário de documentos CTRL-ALT-DEL Ele disse que o PC reiniciou. Digo a ele para chamar o microsuporte.

16:58 pm

Conectei a cafeteira no hub Ethernet pra ver o que acontece...Nada... (muito sério).

17:00 pm

O turno da noite apareceu. Digo a eles que o hub está agindo estranho. Desejo um bom fim-de-semana

quinta-feira, 8 de março de 2007

Uma semana na vida de um administrador Windows: Quinta-Feira


8:00 am

Um cara novo (Jonas) começou hoje. "Boa sorte", disse a ele. Mostrei-lhe a sala do servidor, o armário de fios e a biblioteca técnica. Deixei-o com um PC-XT. Falei pra ele parar de choramingar. O Notes rodava igual, tanto em monocromo quanto em cores.

8:45 am

Finalmente o PC do novato deu boot. Disse a ele que iria criar novo usuário pra ele. Setei o tamanho minimo de password para 64. Sai pra fumar.

9:30 am

Apresentei o luiz ao Jonas. "Boa Sorte", comentou o Luiz. Esse cara não é o máximo?

11:00 am

Ganhei do Luiz no dominó. Luiz sai. Tirei o resto das peças da manga ("tenha sempre backups"). Usuário liga, diz que servidor de contabilidade está fora do ar. Desconecto o cabo Ethernet da antena do radio (melhor recepção) e ligo de volta no hub. Disse a ele que tentasse novamente. Mais um usuário feliz!

11:55 am

Expliquei ao Jonas a política corporativa 98.022.01 "Sempre que novos empregados começam em dias que terminam em 'A' estão obrigados a prover sustento e repouso ao analista técnico senior do seu turno "Jonas duvida. Mostrei o banco de dados de "políticas corporativas". "Lembre-se, a pizza é de peperoni, sem pimenta!", gritei enquanto Jonas pisa no taco solto ao sair.

13:00 pm

Oooooh! Pizza me dá um sono...

16:30 pm

Acordo de uma soneca refrescante. Peguei o Jonas lendo anúncios de emprego.

17:00 pm

Troca de turno. Desligo e ligo o servidor varias vezes (Teste do botão ON-OFF...). Até amanhã...

quarta-feira, 7 de março de 2007

Uma semana na vida de um administrador Windows: Quarta-Feira



8:30 am

Detesto quando os usuários ligam pra dizer que o chipset não tem nada a ver com fontes em um formulário. Disse a eles "claro, vocês deviam estar checando o "bitset" e não "chipset". Usuário bobo pede desculpa e desliga.

9:10am

Gerente de suporte, com o pé engessado, volta ao escritório. Agenda um encontro comigo para 10:00am. Usuário liga e quer falar com o gerente de suporte sobre terriveis socorros na mesa de suporte. Disse a eles que o gerente estava indo a
uma reunião. As vezes a vida nos dá material...

10:00 am

Chamei o Luiz do almoxarifado pra ficar no meu lugar enquanto vou no escritório do gerente. Ele disse que não pode me demitir, mas que pode sugerir vários movimentos
laterais na minha carreira. A maioria envolvida com implementos agricolas no terceiro mundo. Falando nisso, perguntei se ele já sabia de um novo bug que pega texto indexado dos bancos de dados e distribui aleatoriamente todas as referências. A reunião foi adiada...

10:30 am

Disse ao Luiz que ele está se saindo muito bem. Ofereci-me para mostra-lo o sistema corporativo de PBX algum dia...

11:00 am

almoço.

16:55 pm

retorno do almoço.

17:00 pm

Troca de turno. Vou pra casa.

terça-feira, 6 de março de 2007

Uma semana na vida de um administrador Windows: Terça-Feira


8:30 am

Terminei a leitura do log do suporte da noite anterior. Pareceram ocupados. Tempos terriveis com Salvar/Replicação de Conflitos...

9:00 am

Gerente de suporte chega. Quer discutir minha atitude. Cliquei no Phone Notes Smart Icon. "Adoraria, mas estou ocupado. ", gritei enquanto pegava as linhas de suporte, que (misteriosamente) acenderam.

9:35 pm

O chefe da equipe de P&D precisa de ID para novos empregados. Disse ele que precisava do formulario J-19R=3D9C9\\DARR\K1. Ele nunca tinha ouvido falar de tal formulário. Disse a ele que estava no banco de dados de FORMULÁRIOS ESPECIAIS. Ele
nunca tinha ouvido falar de tal banco de dados. Transferi a ligação para o almoxarifado.

10:00 am

Ana ligou pedindo um novo ID. Eu disse que precisaria da matricula, nome de depto, nome do gerente e estado marital. Rodei @DbLookup nos bancos de dados de Controle de Doenças e não achei nada. Disse a ela que o novo ID estaria pronto de noite. Relembrando as lições de "Reengenharia para Parceria de Usuários", ofereci-me para entregar pessoalmente em sua casa.

10:07 am

O cara do almoxarifado passou por aqui dizendo que estava recebendo ligações estranhas ultimamente. Ofereci a ele um treino em Notes. Começando agora. Deixei ele olhando a console enquanto sai para fumar.

13:00 pm

Voltei da pausa para o cigarro. O almoxarife disse que os telefones ficavam tocando demais, então ele transferia as ligações pra moça da cafeteria. Começo a gostar desse cara.

13:05 pm

Grande Comoção! Gerente de suporte cai num buraco aberto onde eu tinha tirado os tacos, na frente da porta do seu escritório. Falei pra ele da importância de não entrar correndo na sala do computador, mesmo que eu grite "Meu Deus -- Fogo!!"

14:00 pm

A secretária jurídica liga e diz que perdeu a password. Pedi a ela que cheque sua bolsa, chão do carro e no banheiro. Disse que provavelmente caiu das costas da máquina. Sugeri que ela ponha durex em todas as entradas de ar que ela ache no PC. Grunhindo, ofereci-me para lhe dar nova ID enquanto ela colava os durex...

14:49 pm

O almoxarife voltou. Quer mais aulas. Tirei o resto do dia de folga.

Porque usar Linux ?

Esse foi o melhor video com a explicação que achei até hoje:



O futuro é livre !

segunda-feira, 5 de março de 2007

Uma semana na vida de um administrador Windows: Segunda-Feira

O pior que quase todos são assim mesmo, o problema nunca é com eles ou com o sistema operacional deles, principalmente quando o assunto é DNS. E vivem inventando coisas, como amarrar placas de rede com arame de pão de forma.


8:05am


Usuário chama dizendo que perdeu a password. Eu disse a ele para usar um utilitário de recuperação de senhas chamado FDISK. Ignorante, ele me agradeceu e desligou. Meu Deus!
E a gente ainda deixa essas pessoas votarem e dirigirem?

8:12am

A Contabilidade chamou para dizer que não conseguiam acessar a base de dados de relatórios de despesas. Eu dei a resposta Padrao dos Administradores de Sistema #112: "Engraçado... Comigo funcionou...". Deixei eles pastarem um pouco enquanto eu desconectava minha cafeteira do No-Break e conectava o servidor deles de volta. Sugeri que eles tentassem novamente. Ah... Mais um usuario feliz...

8:14 am

O Usuario das 8:05 chamou dizendo que recebeu a mensagem:
Erro no acesso ao drive 0. Disse a ele que isso era problema de SO e: transferi a ligação para o microsuporte.

11:00 am

Relativamente calmas as últimas horas. Decidi reconectar o telefone do suporte para ligar pra minha namorada. Ela disse que os pais dela virão pra cidade nesse fim-de-semana. Pus ela "em-espera" e transferi a ligação para o almoxarifado.
Que é que ela está pensando? Os torneios de "Doom" e "Myst" são neste fim-de-semana!

12:00 pm

almoço.

15:30 pm

Retorno do almoço.

15:55 pm

Acordei da soneca. Sonhos ruins me dão tremores. Empurrei os servidores sem razão. Voltei pra soneca.

16:23 pm

Outro usuario liga. Quer saber como mudar fontes em um formulário. Perguntei que chip eles estão usando. Falei pra eles ligarem novamente quando descobrirem.

16:55 pm

Resolvi rodar a macro "Criar Salvar/Replicação de Conflitos" para que o turno da noite tivesse algo pra fazer...

domingo, 4 de março de 2007

Domingo: Dia de Garfield

Precisamos rir de vez enquando e nada melhor do que o velho gato laranja criado por Jim Davis. então, a partir de hoje, todo domingo, teremos uma tira do Garfield.

sexta-feira, 2 de março de 2007

Só peço uma coisa: Documentação !!!


Quantas vezes você já foi pego com a pergunta:

"XuXu... porque quando o cliente "Ytfark" envia email pelo servidor de email dele, o email não chega no destinatário piscando com bolinhas vermelhas em volta ?"

E você responde:

"Porque não existe isso instalado no servidor atualmente e para fazer isso, será necessario gastar X horas e irá demorar Y minutos para testar e ficar pronto..."

E você recebe como resposta:

"Há não xuxu!! O comercial vendeu para o cliente que o email sempre vai chegar piscando em bolinhas vermelhas no destinatário. Faz isso agora, porque senão iremos perder o cliente"

E como diz o velho deitado, "manda quem pode, obedece quem tem juízo", você faz isso acontecer com o maior "carinho" do mundo.

Mas você fazendo isso, sem debater a causa/motivo/razão/circunstância, acaba gerando um sério problema:

Personalizações para um determinado servidor de um determinado cliente que muitas vezes não tem/terá documentação para que isso seja feito.

E com isso, você acaba acostumando a pessoa que te pediu isso a sempre vir até você para pedir coisas do gênero.

Isso causa um enorme problema no momento em que você precisa fazer um upgrade de emergência em um determinado serviço em todos os servidores de seus clientes - por qualquer que seja o motivo - pois se você alterou aquele serviço do padrão para aquela pessoa e com isso você terá que fazer o trabalho 2 vezes.


Por quê 2 vezes ?? Porque além de fazer a atualização de emergência, terá que alterar o serviço que você acabou de atualizar, e muito provavélmente não foi você que fez essa atualização e não tem documentado em lugar nenhum.

E com isso o cliente ligou reclamando que o email não chega no destinatário piscando com bolinhas vermelhas em volta e consequentemente a pessoa que veio reclamar com você irá ter um dejavú, pois ouvirá:

"Porque não existe isso instalado no servidor atualmente e para fazer isso e blablablablablablabla..."

Mas para resolver metade desse problema, existe uma solução simples e direta:

DOCUMENTEM TUDO!!! O QUE VOCÊS TEM NO MEIO DAS PERNAS NÃO IRÁ CAIR SE VOCÊS FIZEREM ISSO

Um exemplo claro disso vocês podem ver clicando aqui, não é Bruno ??

quinta-feira, 1 de março de 2007

O que seriamos de nós sem os usuários ?


Tá certo que eu pego muito no pé do pessoal que se "atrapalha" um pouco em TI, mas vou tentar ser menos chato, quando eu me referir a um leigo em TI.

Afinal,

sysadmday@work:~$ ./postagem.sh USUARIO

Usuario exite: MUITO BOM, pois o salário pingará dia 5

sysadmday@work:~$

Pra voce que não entendeu, vou tentar explicar:

sysadmday@work:~$ cat postagem.sh

#!/bin/bash

dia_pagto="5"

if who | grep $1
then
echo "$1 exite: MUITO BOM, pois o salário pingará dia $dia_pagto"
else
echo "$1 não existe: Procure outra coisa pra fazer, pois o salário nao pingará dia $dia_pagto"
fi